Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

Nostalgia?

Às vezes fico com a impressão que se abusa da palavra "nostalgia", quando se fala de alguns jogos. Parece que sempre que aparece um jogo novo que seja a 2D e de plataformas, vai-se buscar a palavra, para ajudar a explicar porque é que estamos a gostar do jogo:

 

"Sure, a lot of what makes a game like New Super Mario Bros. Wii so much fun for someone like me to play is the nostalgia factor."

 

Neste caso não só é uma das razões, é das razões principais. O que é o "nostalgia factor"? Provavelmente o que está a querer dizer é que o jogo é divertido porque faz-lhe lembrar outros jogos divertidos que jogou no passado, quando ainda era miúdo. Nostalgia implica essa ligação com o passado, normalmente vendo-o de forma idealizada.

 

Mas este jogo que ele está a falar é totalmente novo. Mesmo em termos de aspecto, vai buscar a maior parte à versão DS, que tem pouco mais de 4 anos. A ligação que tem com o passado é a personagem, o Mario, que tem aparecido em tantos jogos no passado recente que tenho dificuldade em considerá-lo nostálgico; e o estilo de jogo, ser plataformas a 2D. Mas quando era miúdo também jogava jogos de corridas. Quando jogo hoje um Need for Speed ou um Blur, acho divertido por causa da nostalgia?

 

Nostalgia implica que não conseguimos ver as coisas como elas são, e a experiência que estamos a ter está a ser influenciada por essa visão idealizada do passado. Só gostamos do jogo porque já jogamos outros há muito tempo atrás. Sem nostalgia, o jogo não seria tão interessante.

 

Mas faz-me pensar: e se ele está a achar que é divertido jogar... porque o jogo É genuinamente divertido para ele? Porquê desculpar com a nostalgia? Às vezes dá a entender que é difícil aceitar que jogos aparentemente tão simples e "primitivos", só podemos gostar deles através da nostalgia.

 

Parece que gamers mais dedicados têm tendência para ligar o avanço tecnológico ao avanço nos jogos: da mesma maneira que depois de termos um MP3, normalmente não voltamos para os Walkmans com cassetes, também vêm um retrocesso quando se volta aos jogos 2D. Mas se olharmos para os jogos que a maior parte das pessoas adultas têm jogado neste últimos anos... Solitaire, Bejeweled, Peggle, Farmville, são jogos que podiam ter sido feitos à 15 anos atrás (alguns até foram). E quando vemos alguém jogar Tetris, não costumamos dizer que é por nostalgia, nem que é um "retrocesso".

publicado por Terebi-kun às 23:30
link | comentar

 

home

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
17
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Feed us!

arquivos

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

tags

animação(34)

anime(60)

bunny(11)

filmes(45)

gadgets(3)

imagem(135)

irony(8)

japanese stuff(81)

livros(15)

made in suika(134)

made somewhere else(4)

manga(13)

música(58)

politics!?(84)

random(144)

recortes(5)

science(23)

séries(12)

teatime(3)

top 5 monday!(31)

tv(33)

vhs(3)

video(108)

videogames(136)

web culture(73)

todas as tags

By:Terebi-kun!

 

E-Mail
Creative Commons License