Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

Sobre o Amor

 

 

 

 

Alguns pensamentos sobre sentir e amar.

 

Sentir: Há quem diga que uma das coisas que torna os seres humanos tão especiais é a sua capacidade de sentir. De facto, é provável que os seres humanos tenham um leque de emoções mais subtil e variado, quando comparado com os outros animais, e a ser assim, é devido ao nosso grande cérebro. Mas terá que ser isso obrigatoriamente mais especial que, por exemplo, a maior probóscide de um elefante? Ou será que consideramos os sentimentos são "mais especiais" exactamente porque nós somos humanos, e escolhemos aquilo que (pensamos que) mais ninguém tem? É interessante imaginar, no caso de sermos todos elefantes, se olharíamos com um certo ar de superioridade para todos os outros animais, e pensar que todos têm narizes tão pequeninos, conseguem cheirar com eles e pouco mais.

 

Ainda sobre o sentir, desde há já muito tempo que se conhece zonas no cérebro que estão directamente ligadas a certas emoções (ex.: amigdala). Já foram identificados centros no cérebro que são origem de algumas emoções, como o medo e a raiva, e pensasse que partilhemos com muitos mamíferos as mesmas estruturas do cérebro que são responsáveis pelo que se entende por emoções primárias (medo, raiva, tristeza, felicidade). Ou seja, que a nossa "base emocional" é um legado da nossa história evolutiva (da mesma maneira que o são os nossos olhos, o respirar oxigénio...). Há indícios fortes para que se possa colocar a hipótese de que a fonte de todos os nossos sentimentos e emoções seja biológica (por oposição a uma fonte sobrenatural), e é desse princípio que vou partir.

 

 

Amar: É comum dizer-se que o sentimento "mais verdadeiro" é aquele que aparece como primeiro impulso. Fica no ar a pergunta, o que significa ser  "mais verdadeiro"? Neste caso, se estamos a falar do primeiro impulso, corresponde àquela primeira avaliação que o nosso cérebro faz, baseada sobretudo nas emoções. As emoções são muito importantes, são elas que nos fazem (correctamente) decidir parar num sinal vermelho, mas também são elas que nos fazem sentir (incorrectamente) que alguém, só por ser de outra raça, é inferior a nós. Portanto, as emoções, só por si, não nos levam a conclusões que sejam obrigatoriamente correctas (podem ser, podem não ser). "Mais verdadeiro" NÃO significa, então, mais perto da realidade.

 

Imagine-se o seguinte caso: alguém, que já está comprometido com uma pessoa, sentiu um impulso muito forte ao dar-se com uma terceira pessoa. Significa isto que já não "ama" a primeira? Se seguirmos os primeiros impulsos, somos levados a acreditar nisso. Será a visão de "amar" quando se considera que "amar" é sobretudo algo que tem a ver com as emoções. E se essa pessoa pensar no seguinte?

 

- Se fizer alguma coisa com esta pessoa, vou magoar a primeira, e eu não quero isso;

- Eu estou bem com a primeira, ainda há muitas coisas que quero fazer com ela;

- A primeira pessoa é alguém raro com quem me sinto bem e à vontade, não quero perdê-la;

 

Se considerarmos que a pessoa que pensa isto está a "amar", então estamos a ver:

 

- "Amar" como algo também "mental", que não tem só a ver com as emoções, mas também com aquilo que pensamos, com aquilo que queremos para além dos nossos impulsos.

- "Amar" como uma acção, algo em que temos alguma influência, em que podemos fazer alguma coisa para que isso aconteça.

 

Ou seja, "amar" como algo que vai além das emoções e sentimentos.

publicado por Terebi-kun às 05:56

editado por Yasako em 16/11/2010 às 21:02
link | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009

Top 5 Segunda-feira:

Esta semana, e sem nenhuma ordem em especial, como é costume, 5 anúncios a jogos de vídeo.

Kirby Canvas Curse

Que anúncio tão cuuuuuuute e bem feito XO

Zelda - Link to the Past (Japão)

Felizmente, isto foi feito antes que o CG estivesse na moda. But we are talking about Japan...

GameGear (Portugal)

Sega no seu melhor. Usar videos do Sonic 2 da MegaDrive para fazer publicidade à GameGear Ò_Ó

Super Smash Bros

Nintendo a contribuir para momentos "WTF" na TV Portuguesa =D

Go Nintendo Go!

Mario & Sonic at the Olympic Games

Awesome Costumes! Especialmente o do Sonic =3


Reparo agora... há aqui um certo enviesamento na escolha destes anúncios =)

publicado por Terebi-kun às 19:48
link | comentar | ver comentários (2)
Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Leituras Económicas

Na Sexta, antes de apanhar o comboio, andei a cuscar uns livros nas livrarias no Saldanha. Como é costume, até encontrei livros que tinha muita curiosidade ler, mas a custarem 17€, qualquer espírito aventureiro faz contas à vida...

 

Anyway, enquanto pensava no quanto é que estaria disposto a pagar para dar um tiro no escuro, entrei na Valentim de Carvalho que fica num dos centros comerciais do Saldanha, ver se ainda tinham bonequinhos do Happy Tree Friends à venda - da última vez que fui lá comprei um, a 1 €uro. Awesome! >.<

 

Não encontrei Happy Tree Friends, mas encontrei outra coisa: livros a 2,90€. A este preço já estou mais que disposto a experimentar =) Depois de dar uma vista de olhos nas prateleiras, encontrei um livro que era capaz de levar, e já estava meio de saída quando vejo um papel com a promoção: 3 livros de 2,90€ = 5€. What! Já que levo um, deixa ver se encontro mais dois que queira levar!

 

É claro, tinha que haver uma contra-partida nisto tudo. Eu gosto de ler, e de experimentar, mas não estou mesmo nada por dentro do mundo literário. Quando vou a uma livraria não reconheço quase  nenhum título. No entanto, mesmo assim tão ignorante (ou talvez por estar ignorante X) ), deu para ficar com a impressão que a maior parte dos livros que estão à venda a esse preço não valem um cú. Mas lá consegui escolher mais dois:

 

Durante a viagem de comboio, deu para dar uma vista de olhos nos três.

 

O Fanático do Sushi - Ok, eu não cheguei a ser do tempo disto. É um policial por capítulos, que saía num semanário, o chamado "folhetim" (n'O Independente e em 1999, para os curiosos). Já tinha ouvido falar disto, mas nunca me tinha encontrado com um. Muito estranho ler um policial que se passa em Lisboa, com agentes da PJ, mas é mesmo por falta de hábito, no final do livro já a estranheza tinha passado. Pior é quando vejo um filme português e fico com a impressão que todos falam de uma forma muito estranha e pouco natural - há casos em que não percebo mesmo se é propositado ou bad acting.

 

Anyway, argumento mediano digno de um episódio de categoria B de CSI, versão portuguesa. Foi pena para o final, as personagens secundárias irritarem-me. A personagem principal é um agente "bom" e "sério", rodeados de colegas que levam o trabalho muito menos a sério que ele e que não fazem outra coisa que arreliá-lo. Percebo o ambiente que o autor queria transmitir, but it's not my cup of tea. Tudo somado, nice experience =)

 

 

O Impasse Português - Este livro é um conjunto de crónicas, escritas pelo Manuel Maria Carrilho para o Expresso, durante o ano de 2004. Eu gosto deste tipo de livros, gosto de ler crónicas e é uma maneira de voltar a olhar para o que aconteceu, e ver o que se pensava na altura. No entanto, depois de ler duas crónicas, voltei a percer porque o que me afasta da filosofia: 1) a importância que se dá às palavras e à forma, sobre o conteúdo. As ideias ficam obscurecidas no meio do texto, em vez de serem ditas claramente; 2) Como é baseado sobretudo em exercícios mentais, chegam-se a conclusões e a ideias muito bonitas, mas que podem ou não ter alguma coisa a ver com a realidade. Aliás, o problema da filosofia é mesmo este. Fala-se e discute-se, o que é muito bom, mas como não há uma base forte em provas, métodos e experiências, nunca se chegam a consensos ou conclusões mais definitivas, fica sempre tudo bastante aéreo.

 

 

Cores Primárias - Fiquei com a impressão de, dos três, este ser o livro que está melhor escrito. Tinha curiosidade em ler alguma coisa sobre os bastidores da política america, e é dito que o livro é de ficção, mas a disfarçar uma história real, neste caso a corrida à presidência do Bill Clinton. No entanto, do que li dá a entender que autor é um bocado tendencioso, para o lado dos republicanos. Basta dizer que logo no primeiro capítulo temos o candidato (supostamente o Bill Clinton) a inventar sobre o passado patriota de um tio para ganhar mais uns votos, e a ter uma one-night stand com a bibliotecária do sítio onde foi fazer campanha. Uma pesquisa na Wikipédia sobre o autor do livro dá-nos esta quote:

 

"Let me say that of all the major politicians I've covered in presidential politics in the last two or three times around, he [George W. Bush] is the most likely to stick with an issue, even if the polls are bad, and to govern from the gut as you said. [...] I've tried to criticize him on the substance, and certainly not on his personality, because I really like the guy."

 

Talk about MAJOR turn-off. Pessoas que governam com gut-feeling não, obrigado.

publicado por Terebi-kun às 11:38
link | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Gun O'Clock

 This is how Chuck Norris wakes up in the morning.

 

Agora aqui está uma ideia que gostei! Não há nada como acordar de manhã a disparar contra a porcaria do alarme. Melhor que o Fly-Away Clock, anyway.

publicado por Terebi-kun às 14:59

editado por Yasako em 17/04/2009 às 12:24
link | comentar
Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

O suika morreu?...Não o suika foi estudar!

 

Ah pois é...tanto eu como o Terebi somos estudantes por isso quando a frequencia/trabalho/exame aperta é de esperar que isto fique um bocado ás moscas mas há sempre os comeback posts! Há que fazer o Ketchup...devagar mas de certeza.

 

tags:
publicado por Yasako às 15:34
link | comentar
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

Como gosto dos nossos estudantes

Resposta de uma estudante, sobre o que a leva a particiar no "MBA Lisbon", um programa de pós-graduação em parceria com o MIT:

 

"O que eu gosto é de fazer a diferença!"

 

Também gosto da soma, mas a diferença...

publicado por Terebi-kun às 22:03
link | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

GraphJam rules: esta é para ti Emogrumpyuke

 

Quando vi isto lembrei-me logo de ti...o único homem que conseguiu permanecer lúcido o suficiente na presença do Gay...Goucha...perdão, para que o discurso continuasse coerente.

 

Parabéns pela recentemente adquirida Kotakidade!

 

Ainda bem que continuas a divertir-te com os teus amigos...thats what its all about. De todos os modos este não foi um incidente isolado..no outro dia estava eu e o Terebi na Worten e vi um porta chaves, que só por acaso era um X-box controller! Ora como és o único caixista meu amigo fica guardado para quando o possas vir buscar.

Aqui fica o preview deste presente de Natal atrasado com um abraço do Suikatime: 

 

 

Lembra-te Pantene-Man

"Com grande cabelo vem grande responsabilidade!"

publicado por Yasako às 23:10
link | comentar | ver comentários (1)

Hum...i see a pattern here.

 

 

Maldita internet...é tudo tua culpa! 

tags:
publicado por Yasako às 12:38
link | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 4 de Janeiro de 2009

Os Produtores

Então e essas férias, como foram?

 

Quando vi o Fantasma da Ópera no cinema, há 4 anos atrás, apercebi-me que até gosto de musicais. Kind of a late-bloomer, nunca tinha visto nenhum do princípio ao fim - nem aqueles classicozinhos que já todos viram, como o Feiticeiro de Oz ou o Música no Coração (pela primeira vez em 250 anos, a RTP este Natal não passou o Música no Coração, fiquei sem oportunidade de ver o filme legalmente).

 

Sendo assim, quando vi uma rapariga na Fnac a distribuir panfletos para o musical "Os Produtores", fiquei todo entusiasmado! ...até reparar no elenco.

 

Yeah... right.

A Rita Pereira, como bomba sueca, está um bocado morena... mas não é por aí que não se vê uma peça. O pior são as duas personagens principais, que são encarnadas por dois actores (Miguel Dias e Manuel Marques) que, quando vejo na TV, irritam-me imenso, por terem tendência para ser demasiado palhaços. O que não seria um problema, se eu achasse piada às palhaçadas deles.

 

Mesmo assim, ainda pensei experimentar. Afinal, ao vivo poder ser muito diferente da TV! Até ver o preço... 20€ por pessoa. Se levar mais alguém, 40€. Imagino que seja suposto pagar algo deste género por este tipo de espetáculos, mas é pena. Durante o Verão passado passaram o Jesus Cristo Superstar, no mesmo sítio, e o bilhete foi 10€, para o mesmo tipo de lugares.

 

Enfim, parece que vou ter que ficar pelo filme original.

Springtime for Hitler, and Germany!

 

**edit** [Yasako]: Já não bastava levar com as imagens do Hitler no Rumble agora até aqui tenho de gramar com o homem....omfg.

 

**edit** [Terebi-kun]: Fui informado que a Música no Coração sempre passou este Natal. The tradition lives on!

tags: ,
publicado por Terebi-kun às 21:49
link | comentar
Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009

2009 uma Odisseia no Tempo

 

 

Acho que não me lembrei de uma maneira melhor para o Suika entrar em 2009...Feliz ano Novo!

 

up up and away...

publicado por Yasako às 12:39
link | comentar

 

home

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
17
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Feed us!

arquivos

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

tags

animação(34)

anime(60)

bunny(11)

filmes(45)

gadgets(3)

imagem(135)

irony(8)

japanese stuff(81)

livros(15)

made in suika(134)

made somewhere else(4)

manga(13)

música(58)

politics!?(84)

random(144)

recortes(5)

science(23)

séries(12)

teatime(3)

top 5 monday!(31)

tv(33)

vhs(3)

video(108)

videogames(136)

web culture(73)

todas as tags

By:Terebi-kun!

 

E-Mail
Creative Commons License