Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

A Caixa de Skinner

 

O video é interessante, fala de uma técnica muito usada nos jogos (Condicionamento Operante) que leva as pessoas a continuarem a investir tempo neles, mesmo quando já nem estão interessadas no jogo (dá como exemplos o Farmville e o World of Warcraft).

 

Na segunda metade do vídeo sugere 6 aspectos/alternativas que podem tornar os jogos interessantes, sem que se tenha que recorrer ao condicionamento. Mas senti que ficaram coisas por dizer, e que outras não ficaram bem explicadas. A minha opinião sobre essas seis alternativas:

 

Mistery - Pode ser poderoso, mas normalmente só funciona da primeira vez que se joga.

 

Mastery - Acaba por ser o mais recompensador para o jogador, a longo prazo. Em vez de o progresso no jogo acontecer apenas porque a pessoa  "investiu tempo", independentemente do que acontece à pessoa, neste caso o progresso está ligado à própria pessoa "progredir" e conseguir vir a fazer algo que no inicio não conseguia.

 

Mental Challenge - Tem o mesmo problema do Mistery quando é aplicado como puzzles. Provavelmente, puzzles é a maneira mais "fácil" de adicionar mental challenge a um jogo, porque é self-contained e afecta o jogo de uma maneira muito localizada. Uma maneira mais duradoura, e provavelmente mais interessante de colocar mental challange num jogo é dar opções interessantes ao jogador.. Em termos de jogo pode tornar-se muito complicado de fazer, porque normalmente afecta o jogo transversalmente e cria a necessidade de balançar/equilibrar o jogo. Um exemplo deste ultimo caso seria um jogo de luta ter várias maneiras interessantes de encarar um combate e de responder a um adversário.

 

Narrative - Especialmente a linear, se não for muito bem controlada, tem o problema de poder limitar outros aspectos. Por exemplo, pode limitar o mental challenge, por limitar as opções que podem ser tomadas (sempre que se joga invariavelmente somos obrigados a tomar certas opções para poder seguir o caminho X da narrativa) .

 

Novelty - Pode ser um elemento importante para distinguir um jogo dos outros. Sozinho, raramente tem capacidade para sustentar um jogo a longo prazo.

 

Flow - Em relação ao flow, no vídeo falam em  zen-like states, mas não entrava por aí. Antes disso, falava dos controlos. É importante que a pessoa se sinta bem ao jogar. Num jogo de acção, uma maneira de tornar o jogo "imersivo" é dar tal controlo à pessoa através da personagem que ela "torna-se" a personagem, porque a personagem faz o que ela quer quando a pessoa quer. Sempre que a personagem "não faz o que queremos", ou tiramos o controlo à pessoa durante algum tempo considerável, perde-se no flow.

publicado por Terebi-kun às 01:39
link | comentar
Domingo, 28 de Novembro de 2010

Sincerity Hurts!

 

As pessoas têm muita dificuldade em viver com a sinceridade, que o digam os diplomatas:

 

...as próximas revelações do site Wikileaks, criado por Julian Assange, prometem pôr em causa as relações de Washington com os seus aliados.

 

No caso da Rússia, por exemplo, estarão em causa "comentários sobre a política russa e 'apreciações desagradáveis' sobre alguns dirigentes do país", segundo o jornal Kommersant.

 

"A Wikileaks é um obstáculo absolutamente terrível ao meu trabalho, que consiste em ter discussões de confiança com as pessoas", disse o embaixador dos EUA em Bagdad, James Jeffrey. "Vai ser um golpe à capacidade de fazer o nosso trabalho", indicou.

 

Primeiro foi o acesso a documentos secretos sobre o Afeganistão, que foi mauzito. Depois, soube-se de violações dos direitos humanos no Iraque, o que foi um pouco mais grave. Mas agora que se sabe das facadinhas e dos cortes na casaca é que isto vai tudo abaixo.

 

Entretanto, os EUA já prepararam uma mensagem para os seus parceiros e aliados:

 

publicado por Terebi-kun às 22:29
link | comentar
Sábado, 27 de Novembro de 2010

Seppuku-tato

publicado por Yasako às 20:24
link | comentar
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

Go to the store and buy me a pack of Buns

 

Há quem, beba, fume, roa as unhas, coma ou jogue.

 

Eu não passo sem um destes de vez em quando.

tags:
publicado por Yasako às 17:29
link | comentar
Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

Greve

 

tags: ,
publicado por Yasako às 14:49
link | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

Hahahahaha...não...não tem piada.

 

Depois da pedofilia a única coisa que restava para aligeirar o humor era a piada do preservativo.

O que 'em certas condições' se tem de fazer para ficar com descontos nas prostitutas!

É mesmo a crise!

publicado por Yasako às 15:36
link | comentar
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

TeaTime

 

Depois de uns anos a beber chá preto, decidi que era altura para tentar qualquer coisa diferente, aliás mergulhar de cabeça no mundo do chá. O problema é que para quem só está habituado a beber um tipo de chá as coisas podem tornar-se complicadas em muito pouco tempo, por exemplo: um chá é o mesmo que uma

infusão e que diabos é uma tisana? Bem deixei isso tudo de lado e decidi escolher qualquer coisa que parecesse bom. Sendo tarada por cerejas assim que vi Black Cherry Berry pyon! Ok! Vamos experimentar... enquanto a agua fervia divertir-me a ler a descrição e o provérbio "Quem gosta de cerejas cedo aprende a trepar as árvores." I should know!

Quando pus o saquinho na água ficou tudo cor-de-rosa, e o cheiro de lip-gloss, batom e perfume começou a subir-me à cabeça. Fiquei um bocado desapontada porque pensei que ia saber a pastilha elástica de morango, mas enganei-me, cerejas sim mas misturado com um sabor cítrico que salvou o dia. Mesmo assim não consegui deixar de sentir que era the-girly-est-tea-ever acabei a pensar em langerie...

tags:
publicado por Yasako às 14:55
link | comentar
Domingo, 21 de Novembro de 2010

Piratas Digitais

 

 

Sempre tive alguma dificuldade em aceitar o discurso "oficial" acerca dos "piratas digitais". E se algum dia fizesse alguma coisa que fosse vendida em formato digital e passasse a concordar, ficava com um belo exemplo para explicar o que significa hipocrisia.

Condenar os "piratas" é parvoíce. A pirataria pode ser um problema, e há várias maneiras de lidar com ele. Mas no geral têm-se usado as técnicas mais brutas e cegas para a resolver, a começar por fazer pressão para que se decrete leis. Até parece ser o mais fácil de se fazer. Se temos um problema, decreta-se como ilegal e pronto. Entretanto, fica o problema por resolver, e chega-se a ignorar o óbvio.

Por exemplo, podia-se começar por aceitar que a partir do momento em que fazer uma cópia tem custo zero e pode ser feita em segundos, as pessoas vão copiar conteúdos digitais, e é preciso viver com isso. Faz parte da realidade.

Também devia ser evidente que quem paga não deveria nunca ter uma experiência pior do que a pessoa que pirateia, mas com a panóplia de protecções e limitações impostas a produtos digitais isto chega a ser a excepção, e não a regra.

E porque condenar os piratas é parvoíce: muitos deles não iriam comprar o produto, de qualquer dar maneiras. É dar atenção e gastar recursos com pessoas que não deviam sequer interessar. E para os que poderiam vir a comprar, insultar ou fazer futuros clientes sentirem-se mal não costuma ser boa política.

Entretanto, têm que melhorar as técnicas que já usam porque, por exemplo, ainda não consegui ficar com pena da Madonna. Pelo menos, não da maneira que ela queria.
publicado por Terebi-kun às 21:39
link | comentar
Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

Eu caibo! Vais ver!

 

 

Ok...se calhar não...uma ajudinha?


 

Desta é que é...ou não...pera...Eu não disse! Cabeu!

 

He, he, he (eco...)

tags:
publicado por Yasako às 13:32
link | comentar
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

A Molécula da Parvalheira

Yup, anda aí a dar com força, já se começa a notar que estamos na época. Pessoas a tossir, nos cafés, na rua e no trabalho, de lencinho em punho, sempre agarradas às bacoradas, diparatando precocemente sobre o natal, e claro está quando a tarde acaba a febre começa a subir e quando já se chegou ao fim do noticiário é preciso umas boas colheradas de equilibrio, um anti-contra-senso e, nos casos mais severos, uma pomada de secularismo para esfregar nas costas e no peito antes de ir dormir.

É sempre chato mas todos passamos por isto, meio cambaleantes a tentar prosseguir com as nossas rotinas diárias, com um ar de desespero, sempre aflitos com a angústia a escorrer, com falta de ar por estar sempre com uma tolice, tolice, tolice... a arranhar a garganta. Cansados com os despautérios e baboseiras da época, parece que todo o corpo nos dói quanto mais estamos expostos às calinadas que entram por qualquer fresta, uma corrente de pensamentozinho ilógica e começa logo a asneirada!

 

Até conseguir parar com os arrepios do despropósito e com os acessos de inconsequência só apetece mesmo enrolar-mo-nos num ederdon, de preferência apassivante, anti-ácaros e anti-compromissos, que em grandes quantidades dão alergias, e plantar-mo-nos em frente ao nosso embrutecedor. Um cházinho ajuda muito... mas encontrar quem tenha já se vai tornando raro.

publicado por Yasako às 18:53
link | comentar

 

home

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
17
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Feed us!

arquivos

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

tags

animação(34)

anime(60)

bunny(11)

filmes(45)

gadgets(3)

imagem(135)

irony(8)

japanese stuff(81)

livros(15)

made in suika(134)

made somewhere else(4)

manga(13)

música(58)

politics!?(84)

random(144)

recortes(5)

science(23)

séries(12)

teatime(3)

top 5 monday!(31)

tv(33)

vhs(3)

video(108)

videogames(136)

web culture(73)

todas as tags

By:Terebi-kun!

 

E-Mail
Creative Commons License