Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Rant - Naruto e Watchmen

Há algum tempo atrás, durante uma conversa levantei a questão do que é que torna um filme, um livro ou um jogo "adulto". Isto porque, por exemplo, um filme que tenha muito sangue e sexo pode levar com um "maior de 18 anos" em cima, mas pode tratar esses temas de uma forma bastante superficial ou até "infantil". Entretanto até já houve quem colocasse essa mesma questão, para o caso dos jogos.

 

Não sei dizer o que é que define alguma coisa como "adulto". Sinto, no entanto, que muita coisa que há por aí considerada adulta, pende na realidade mais para o lado do "adolescente". Isto não quer dizer que seja contra esses produtos "adolescentes", eu próprio gosto bastante deles. O que me custa às vezes, é ver pessoas tomar o "adolescente" pelo "adulto" e as conclusões que tiram daí.

 

(Com tantas aspas que ando a pôr à volta das palavras "adulto" e "adolescente", fico com a impressão que são muito bem capazes de serem maus termos para classificar o quer que seja. Seria bem mais útil falar em características específicas.)

 

Isto tudo porque ando a rever o Naruto na Sic Radical, e um dos últimos episódios fez-me ficar com a impressão que uma série para miúdos como o Naruto conseguir por vezes ser mais subtil que um filme como o Watchmen, que tem um look & feel muito mais adulto.

Embora os fãs do filme (e sobretudo da banda-desenhada) gostem muito de dizer que é um filme muito "intelectual" e em que é preciso pensar muito, o filme até acaba por ser bastante óbvio. O que não é, de longe, a mesma coisa que dizer que era previsível. Apenas quer dizer que fiquei com a impressão que as mensagens que o filme quis passar são mais ou menos evidentes. (aproveitar para fazer a minha ressalva: fanboys há em todo lado, estou a falar só do filme e não digo que não haja outras mensagens por trás, mais escondidas - no entanto, senti que no final tinha "get the movie").

Em relação ao Naruto. Só agora, depois de rever a série pela segunda vez, é que me apercebi de como o tema da solidão é tão importante e permeia tanto, mas tanto a série. Não é por falta de "exposição", ela aparece constantemente. O Sasuke que sempre procurou o afecto e a aprovação do pai, e que acaba por ficar sem família muito novo; Personagens como o Lee, o Haku, o Kimimaro, que quando mais novos, estiveram bastante à parte. O própio Naruto, que começa como sendo o rapaz que toda a gente põe de lado, por ter dentro dele o demónio que destruiu a aldeia alguns anos antes. E como a solidão destas situações fizeram deles o que são, como os levaram a resultados muito diferentes, muito também por causa da maneira como encararam a situação.

 

No entanto, as mensagens que cada um passa não falam directamente de solidão. Sasuke é o que progressivamente importa-se cada vez menos com os meios para atingir os objectivos. Lee é a pessoa que há força de não ter talento para nada, concentrou-se apenas numa coisa, para ser mestre nisso. Naruto é o eterno optimista.


 

 

No final, para que fiquei claro, a minha intenção não é dizer que um é melhor que o outro.  Cada um tem as suas razões para preferir as suas coisas, e o que acabei de fazer para o Naruto, outra pessoa podia fazer para o filme do Watchmen. Se há uma ideia que quero passar é que não é preciso "parecer" para "ser".

publicado por Terebi-kun às 10:17

editado por Yasako em 04/04/2010 às 22:40
link | comentar

 

home

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
17
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Feed us!

arquivos

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

tags

animação(34)

anime(60)

bunny(11)

filmes(45)

gadgets(3)

imagem(135)

irony(8)

japanese stuff(81)

livros(15)

made in suika(134)

made somewhere else(4)

manga(13)

música(58)

politics!?(84)

random(144)

recortes(5)

science(23)

séries(12)

teatime(3)

top 5 monday!(31)

tv(33)

vhs(3)

video(108)

videogames(136)

web culture(73)

todas as tags

By:Terebi-kun!

 

E-Mail
Creative Commons License