Sábado, 30 de Janeiro de 2010

Humanos por Selecção Natural

Um documentário sobre o trabalho de Darwin falou de algumas coisas de que já andava a desconfiar: primeiro, a teoria da evolução não nos diz como é que as pessoas se devem comportar. Segundo, com as capacidades que, como humanos, temos agora, não temos desculpa para não ser melhores pessoas uns com os outros.

 

O primeiro ponto tem a ver com usar a teoria da evolução por selecção natural para justificar coisas que nada têm a ver com a selecção natural (esterelização de certos tipos de pessoas, a morte de outras). Há duas coisas a dizer sobre isto, em relação à selecção natural.

 

- Não é selecção natural, mas selecção artificial, o mesmo tipo de selecção que é utilizada para criar raças de cães e plantas domésticas. E como vemos acontecer muitas vezes nos cães, os resultados nem sempre significam raças mais saudáveis ou mais resistentes. Os resultados são escolhas de quem fez a selecção, e se forem seres humanos a fazer essas escolhas, a responsabilidade é deles, não da natureza.

 

- O que a selecção natural pode dizer sobre essas ideias? Tendo em conta alguns dos esforços feitos durante o século XX para implementar essas ideias e o sucesso que não tiveram para se manterem em execução, a selecção natural poderia classificá-las como não estando adaptadas para o mundo que temos hoje.

 

 

Na verdade, saber o que realmente significa evolução por selecção natural pode ajudar-nos a ser melhores pessoas uns com os outros, se quisermos. O que a selecção natural nos diz é que o ser humano tem um proveniência, tem uma bagagem com vários milhões de anos. E essa bagagem traz muitas coisas. Por exemplo, temos o sistema nervoso autónomo dos seres multi-celulares. Ou o sistema límbico e nervoso parasimpático dos mamíferos.

 

São estes e outros sistemas, definidos pelo código genético, que levam os seres vivos a comportarem-se como se comportam e que conduzem a selecção natural*. A haver algo que distingue o ser humano dos outro seres vivos, é ter um cérebro suficientemente grande e ligado de maneira a permitir dizer "NÃO" aos impulsos, reacções e emoções a que todos os outros seres vivos estão sujeitos.

 

Saber mais sobre a origem do homem é saber mais sobre estes automatismos, e que não temos que ser escravos deles. De facto, é comum para o ser humano pensar que quando estamos mais perto das nossas emoções, estamos mais perto do que é certo, e faz todo o sentido que a evolução nos tenha levado a corpos que são assim! Mas para a mente humana, até pode parecer paradoxal que quanto mais perto estamos das emoções, mais longe estamos daquilo que nos faz humanos e nos diferencia dos outros animais.

 

Quer isto dizer que devemos dizer que grande NÃO a todas as nossas emoções? Claro que não! Nós dependemos totalmente delas até para podermos funcionar aos níveis mais básicos, sem contar que são fundamentais para nos sentirmos bem e completos,. O que isto quer dizer é que as emoções têm uma razão de ser. Não nos sentimos como nos sentimos por acaso. Que às vezes temos decisões para tomar, e escolhemos o que as emoções nos dizem por as tomarmos como mais "certas". Mas o que a evolução nos diz é que por vezes, o que sentimos pode ser o mais "certo" para os genes, mas não o mais certo para nós, enquanto indivíduo.

 

 

*No entanto, não nos podemos esquecer que, em última análise, são sempre os genes e a sua propagação que realmente conduzem a selecção natural.

publicado por Terebi-kun às 10:42

editado por Yasako em 21/02/2010 às 16:20
link | comentar

 

home

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
17
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Feed us!

arquivos

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

tags

animação(34)

anime(60)

bunny(11)

filmes(45)

gadgets(3)

imagem(135)

irony(8)

japanese stuff(81)

livros(15)

made in suika(134)

made somewhere else(4)

manga(13)

música(58)

politics!?(84)

random(144)

recortes(5)

science(23)

séries(12)

teatime(3)

top 5 monday!(31)

tv(33)

vhs(3)

video(108)

videogames(136)

web culture(73)

todas as tags

By:Terebi-kun!

 

E-Mail
Creative Commons License